Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama, igreja de mais de 400 anos em Cocal

há 10 meses

Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama, igreja de mais de 400 anos em Cocal

Créditos: Conheça o Piauí

O Piauí é cercado por grandes expressões estruturais da fé. A belíssima catedral de Picos e o templo em Santa Cruz dos Milagres são alguns exemplares. Mas tem um que, olha, é enigmático e diferente do que você conhece. É a igreja de Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama.

Mas por que diferente? Localizada a 10 km do centro de Cocal da Estação, essa igreja é permeada de mistérios, curiosidades, ações e histórias que desafiam a nossa imaginação e sentidos. E bem mais, desafia o que nós sabemos até então sobre a história piauiense.

Nós do Conheça o Piauí estivemos lá e conferimos de perto para trazer até você todos os detalhes da igreja de Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama, qual a história por trás dela, como ela é e por que vale sua visita.

#Qual a história por trás da igreja Rosário de Frecheira da Lama

Para começar, não existe qualquer registro que seja sobre essa igreja. Nada! E ninguém sabe ao certo quem construiu o santuário no meio, literalmente, de uma mata fechada. Inclusive, a Frecheira da Lama não consta como propriedade de nenhuma igreja cristã. É um mistério!

Diversas especulações são feitas, gerando teses acerca de sua origem. Alguns defendem que se trata de um templo de Jesuítas e que foi abandonado entre 1608 e 1759; outros já falam que é um templo ibérico construído em comemoração às vitórias em batalhas contra os franceses em 1614.

O que há de concreto é que na fachada da igreja tem o ano 1616 grafado. Nessa data, a região ainda não era povoada, o que leva muitos historiadores a se dedicarem em pesquisas para comprovação desse ano e de que essa igreja possa ser uma prova de que o norte foi prioridade no povoamento do Piauí.

Se comprovado esse fato, isso mudaria os rumos do que nós sabemos sobre a história do Piauí. E se a data que está gravada na fachada for comprovadamente a sua origem, ela pode ser considerada a igreja mais antiga do Piauí.
 
#Como é a Frecheira da Lama

Um ponto branco no meio de muito verde. É assim que se avista quem chega à igreja Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama.

A sua edificação tem um estilo da colonização portuguesa.  No centrão triangular da igreja há um crucifixo como se desse boas-vindas aos visitantes.

Ao entrar, você se depara com uma estrutura simples, bem antiga e com espécies de lápides nas paredes, onde há registro de algumas pessoas que faleceram, assim como a data. Há também um sino no topo de sua construção.  

Com grande destaque e dando nome ao local, no fundo da igreja você avista o altar-mor com a imagem de Nossa Senhora do Rosário. Na região, esse templo de mais de 400 anos e que é dedicado ao Santo Rosário só existe em Cocal da Estação.

A igreja fica próxima da nascente do rio Cumurupim. Devido a isso, além de uma diversidade na fauna e flora, ao redor da igreja há muita água, com corredeiras e espécies de olho d’água. Inclusive, há partes onde se apresentam bem alagadiças, transformando-se quase que em areias movediças.
 
#Quando visitar e o acesso até a igreja
 
Cocal da Estação fica a cerca de 50 Km de Barra Grande e também próxima de Chaval, no Ceará. A igreja de Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama fica especificamente localizada em uma propriedade particular.

O acesso até ela bem fácil, dá  para  ir em qualquer tipo de carro ou moto. O percurso se dá por meio de uma estrada de piçarra, mas sempre plana, sem qualquer problema para chegar até a igreja. Quando você chega já avista uma espécie de estabelecimento em frente, que é de propriedade das mesmas pessoas que tomam conta da igreja. 

Já com relação a eventos na igreja, eles acontecem durante os festejos e em algumas datas comemorativas, não há celebrações permanentes.

E você já tinha ouvido falar nessa que pode ser a igreja mais antiga do Piauí? Muitos enigmas ainda cercam a igreja de Nossa Senhora do Rosário de Frecheira da Lama. Mas algo é certo: ela é um patrimônio histórico de importância não só para o Piauí, como para todo o Brasil.

0 comentários Realize o login ou cadastre-se, e entre na conversa !
Usuário

CONHEÇA MAIS:

Enviar
Inscreva-se e receba e-mails com os últimos destinos de viagem do Conheça o Piauí
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório