Oeiras possui alguns dos mais antigos monumentos do Piauí

há 10 meses

Oeiras possui alguns dos mais antigos monumentos do Piauí

Créditos: Jameson Campos

Passear pelas ruas de pedras de Oeiras, a 313 km de Teresina, é vivenciar épocas que não viveu, momentos em que você ainda nem tinha nascido. Tudo isso é possível porque a cidade, que é o marco do Piauí, pulsa memória, resgate, história e entendimento do presente no seu espaço urbano e casarões por todo canto.

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional(Iphan), o conjunto urbano de Oeiras, que foi tombado em 2012 pelo Iphan, apresenta elementos de diversas correntes arquitetônicas, como luso-brasileira, arquitetura do imigrante e eclética. Ao todo, foram tombados uma área com 14 quarteirões e 235 imóveis.

E ao andar pela cidade você consegue também ver características que a colonização portuguesa implantou. Em Oeiras, como destaca o Iphan, há conformação linear com ruas estruturadas paralelamente ao Caminho das Tropas, interligadas por travessas de largura reduzida.

Tudo isso também abriu caminhos para os muitos casarões que estão em Oeiras e que hoje são marca registrada e principais pontos turísticos, não só do município, como de todo o estado e do Brasil. E o Conheça o Piauí mostra agora alguns desses importantes monumentos para você visitar na primeira capital do Piauí.

#Casa da Pólvora

Tombada pelo Iphan, essa edificação data do século XIX. Como o nome diz, realmente é uma casa, só tem um cômodo, ela é bem simples e foi construída com pedras brutas argamassada com cimento misturado ao esterco do gado. Mesmo depois de tanto tempo, a casa continua “de pé”  com a sua estrutura original. O que teve de mudança foi apenas o teto.

Casa da Pólvora - crédito/imagem: Eneas Barros

Tida como a única edificação militar do período colonial no Piauí que ainda existe, a Casa de Pólvora é recorde, mas mais que isso, é uma objetificação da luta da independência. O local, que era onde os apoiadores da independência guardavam as armas que funcionavam a base de pólvora,  é um dos símbolos da emancipação do Piauí da coroa portuguesa.

(foto)

#Sobrado João Nepomuceno

O sobrado foi construído em 1817 pelo Capitão-General João Nepomuceno de Castelo Branco para ser sua residência. Mas quem o vê nunca imaginaria que ali foi construído para moradia de uma família, parece mais como uma instituição pública. E assim foi futuramente.

Depois o sobrado foi adquirido pelo governo e abrigou a intendência municipal e, passado um tempo, ele foi doado à diocese para uso como o Palácio do Bispo.

Palácio João Nepomuceno – Museu de Arte Sacra. Crédito/imagem: Cristiane Guedes

Hoje, o sobrado é o famoso Museu de Arte Sacra de Oeiras. Abrigando obras dos séculos XVIII a XX,  o museu conta com o acervo das igrejas Nossa Senhora das Vitórias, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora da Conceição, além de uma pequena parte vinda de colecionadores.

Imagens em gesso, imagens de madeira policromada, crucifixos, castiçais, bancos, confessionários, um altar que pertenceu à igreja de Nossa Senhora do Rosário, dentre outros objetos e obras compõem o antigo sobrado, o atual museu.

#Sobrado dos Ferraz

É o sobrado mais antigo do Piauí. Foi construído em 1810 para ser a Casa de Câmara e Cadeia, com a parte de cima sendo de uso dos parlamentares e na parte de baixo ficavam os presos.

Sobrado dos Ferraz. Crédito/imagem: Jameson Campos

Quando a capital passou a ser Teresina, o sobrado foi vendido para o Coronel João Batista Ferraz, que fez todas as adaptações necessárias para ser uma residência. Já na década de 50, o local foi adquirido pelo padre Balduíno. Hoje, o sobrado é a sede da prefeitura municipal de Oeiras.

#Cine Teatro

Construído em 1940, o Cine Teatro Oeiras foi durante todo o tempo e ainda é a mais tradicional casa de cultura da cidade. Com salão de cinema e também de teatro, o Cine Teatro foi tombado em 2011 como patrimônio histórico e artístico.

Ao longo do tempo ele passou por diversas revitalizações e modernizações, sendo um local que sedia diversas manifestações socioculturais, incluindo musicais, peças teatros e shows nacionais de artistas conhecidos em todo o país.

Cine teatro de Oeiras - crédito/imagem: acervo Wikipédia

Esses são alguns dos importantes patrimônios seculares que você encontra Oeiras e todos abertos para visitação. Patrimônios que resistiram ao tempo e levam marcas históricas de um povo para todo o estado e para todo o país.

Já tinha ouvido falar em algum deles? Que tal conhecer pessoalmente? A primeira capital do Piauí, Oeiras, é repleta aspectos históricos, é a capital da fé, e ainda de belas paisagens naturais, tudo acessível para você. 
 

0 comentários Realize o login ou cadastre-se, e entre na conversa !
Usuário

CONHEÇA MAIS:

Enviar
Inscreva-se e receba e-mails com os últimos destinos de viagem do Conheça o Piauí
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório